O Que as Empresas Precisam Saber Sobre o GRO

O GRO – Gerenciamento de Riscos Ocupacionais, previsto na “nova” Legislação Trabalhista, tem como referência Normas Internacionais e diretrizes da OIT. Trata-se de uma metodologia administrativa contemplando o planejamento, a organização e o controle da área de Segurança & Saúde do Trabalho – SST.

Seu objetivo é integrar a aplicação de todas as demais Normas Regulamentadoras – NRs e consolidar o conceito de um ciclo vivo de melhoria contínua, permitindo criar indicadores de controle e mecanismos de correção dos desvios introduzindo um conceito de gestão para a área de SST.

Para instituir o GRO cada empresa deverá estabelecer seu processo de gestão direcionado para:

– Identificar perigos e aferir riscos;
– Projetar e executar ações preventivas;
– Acompanhar e avaliar o resultado e, se necessário, adotar medidas corretivas.

Tal gerenciamento deverá registrar todas estas etapas e elaborar os documentos mínimos que comporão o Programa de Gestão dos Riscos – PGR, que são, o Inventário de Riscos Ocupacionais e seus respectivos planos de ações corretivas.

Para tanto as empresas vão precisar de um sistema informatizado (software integrado de gestão ocupacional) que possa conter todas as informações interligadas para que os empreendimentos possam atender as várias demandas de gestão da SST no PGR.

Compartilhar:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Veja também

Fale com nossa equipe